Execução correta da musculação é tão importante quanto carga usada

Execução correta da musculação é tão importante quanto carga usada

A musculação é o levantamento de pesos, seja com halteres ou aparelhos específicos, e seu objetivo é a hipertrofia dos músculos. Mas a carga de treinamento de musculação pode sofrer mudanças caso a execução dos exercícios varie muito entre as séries. Muitas variáveis do treinamento da musculação dependem da boa execução dos exercícios, tais como: movimentos acessórios, amplitude do movimento, posição corporal, trajetória do movimento, duração da repetição, entre outras.

Movimentos acessórios

Praticantes desatentos costumam mudar o peso sem se preocupar com a maneira como são feitos os exercícios. Uma carga muito alta pode comprometer a execução adequada, pois passa a incluir movimentos acessórios para cumprir a tarefa. Praticantes experientes, como fisiculturistas, utilizam os movimentos acessórios (técnica roubada) durante a execução de exercícios com altas intensidades. Porém, adotar esta estratégia com praticantes de musculação menos experientes pode não ser o mais adequado para alcançar o objetivo do treinamento.

É comum vermos a utilização de movimentos acessórios no exercício rosca direta com barra (flexão dos cotovelos), quando, durante a execução, os indivíduos fazem um balanceio do corpo para impulsionar a barra para cima, diminuindo a participação dos músculos flexores do cotovelo na tarefa.

Também é comum que um aumento desproporcional do peso influencie o executante que faz os exercícios com amplitudes completas. Nesse caso, o praticante acabará diminuindo essa amplitude, causando a mudança na execução e na carga de treinamento. Por exemplo: quando um atleta de musculação aumenta muito o peso do exercício supino reto com barra, é comum que não encoste mais a barra no peitoral.

Pequenos detalhes

A desatenção do praticante no posicionamento adequado de todas as partes do corpo também muda a execução do exercício. Exemplificando: um executante do exercício agachamento na barra guiada posiciona seus pés paralelamente, imediatamente abaixo da barra na primeira série. Na segunda série, este mesmo atleta posiciona seus pés um pouco mais à frente, cerca de 15 centímetros. Esta pequena variação no posicionamento dos pés abaixo da barra muda completamente a execução do exercício, influenciando na ativação dos músculos quadríceps, glúteos e paravertebrais.

Trajetória do exercício

A mudança da trajetória no movimento de um exercício pode alterar a ativação dos músculos. Durante a execução do exercício supino fechado, é comum que muitos praticantes adotem a posição inicial da barra na altura do processo xifoide, a parte inferior do osso esterno. Mudar a posição inicial da barra posicionando-a mais superiormente – na altura do manúbrio, porção superior do osso esterno – influencia na mudança da trajetória da barra e no acionamento dos músculos tríceps do braço e deltoide anterior.

 

Duração da repetição

Cargas de treinamento de musculação prescritas com o controle da variável duração da repetição podem sofrer mudanças caso o praticante não execute com rigor o que foi determinado. Exemplo: na execução de três séries de oito repetições no banco extensor com a duração da repetição em quatro segundos, sendo um segundo para subir e três segundos para descer, o executante se distrai e na última série realiza o exercício rapidamente. A mudança na execução altera significativamente a carga de treinamento e muito provavelmente a percepção de esforço do praticante será menor na última série do treino.

A execução dos exercícios de musculação deve ser realizada de acordo com o que foi pré-estabelecido pelo profissional de educação física, durante a prescrição da carga de treinamento. Qualquer alteração na execução causa uma mudança significativa no exercício. Por isso, para ter bons resultados, procure treinar com atenção durante as sessões dando valor a cada repetição de cada série do treino.

Fonte: Minha Vida


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>